MEMBRO   FENPROF | CGTP

  spn.pt  |  Revista  |  Superior  |  WebMail  |  Reuniões  |  Vencimentos  |  Protocolos  |  Contactos
  
SPN    Superior    Arquivo    Encontro de Leitores das Universidades Portuguesas promovido pela FENPROF
Imprimir
Abrir como PDF

Partilhar:

|


MENU

FENPROF.pt/superior
 
SUPNOTÍCIAS

EDIÇÃO DE ABRIL 2013 | MENSAL
versão PDF | ler online

edições anteriores
março 2013 PDF online
fevereiro 2012 PDF online
dezembro 2012 PDF online
novembro 2012 PDF online
setembro 2012 PDF online
julho 2012 PDF
online
junho 2012 PDF online
maio 2012 PDF online
abril 2012 PDF online
março 2012 PDF online
fevereiro 2012 PDF online

 


Encontro de Leitores das Universidades Portuguesas promovido pela FENPROF

"Não nos reunimos para conquistar direitos novos, mas para tentar assegurar o pouco da precária estabilidade que tivemos até agora. E a ameaça, desta vez, não parte propriamente (para já) do legislador, que muitas vezes simplesmente ignora o que é um leitor e que, por isso, muitas vezes peca por ignorância. A ameaça parte, como pudemos confirmar em várias respostas ao nosso inquérito, das instituições de ensino onde os leitores trabalham."

Esta breve passagem da intervenção de Elfriede Engelmayer, da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, regista a tónica que presidiu ao Encontro que a FENPROF realizou no passado dia 11 de Fevereiro, no anfiteatro 3 daquela escola.

A situação de instabilidade profissional dos leitores que trabalham nas instituições de Ensino Superior portuguesas (nacionais e estrangeiros) e a revisão do Estatuto da Carreira Docente Universitária (ECDU) foram os dois pontos em foco no oportuno debate.
Dois dirigentes da FENPROF e do respectivo Departamento de Ensino Superior e Investigação, os Professores João Cunha Serra, coordenador, e Nuno Rilo, e um jurista, o Dr. Carlos Fraião, participaram neste encontro, que revelou, com múltiplos exemplos pessoais, os difíceis "momentos de indefinição em relação ao futuro profissional" dos leitores, vítimas de uma onda de ameaça de despedimento "sem regras".

Recorde-se que, como instrumento base de preparação desta iniciativa, a FENPROF elaborou um questionário distribuído a todos os leitores, tendo obtido uma resposta que excedeu as melhores expectativas, com a adesão de mais de 80 por cento dos destinatários.

O próximo suplemento do JF dedicado ao Superior dá mais pormenores deste encontro.   JPO