Contagem de tempo de serviço em creche

Partilha

A Fenprof vai colocar, em reunião já solicitada à Secretária de Estado Adjunta e da Educação, o problema da injustiça criada pela decisão de deixar de contar, para o tempo de serviço dos educadores, o serviço prestado em creche.  

Desta forma, o governo altera um despacho do, então, ministro Guilherme Oliveira Martins que permitia essa contagem, desde que houvesse continuidade educativa entre o regime de creche e o de jardim de infância (educação pré-escolar). 

A Fenprof também irá enviar uma queixa ao Provedor de Justiça sobre esta situação, por a considerar injusta e ilegal.