CGTP: Manifestação dia 18 de novembro

Partilha

13 de novembro de 2017

Os professores na luta com todos os trabalhadores em defesa de um país desenvolvido e que valorize o trabalho

Realizou-se no dia 18 de novembro, a manifestação nacional convocada pela CGTP-IN em defesa da “Valorização do Trabalho e dos Trabalhadores”.

  • pela valorização dos salários;
  • pelo emprego com direitos;
  • pelo combate à precariedade;
  • por uma carreira que valorize o trabalho e os docentes.

A par destes temas, os professores estão envolvidos em processos de luta:

  • pelo direito a carreiras valorizadas em todo o sistema educativo e de investigação;
  • pela negociação de um regime de aposentação específica que reconheça a necessidade de rejuvenescimento dos quadros de pessoal docente;
  • pelo direito ao reconhecimento dos seus percursos profissionais, garantindo a contagem integral de todo o tempo de serviço para efeitos de descongelamento e progressão nas carreiras;
  • pelo desagravamento dos horários de trabalho e pela definição clara de componente letiva e não letiva como forma de combater o elevado desgaste que decorre do exercício continuado da profissão;
  • pelo controlo e combate ao abuso nos horários de trabalho e na desvalorização salarial que existe hoje no ensino superior.

  

Mas os docentes estiveram na grande manifestação convocada pela CGTP-IN porque defendem:

  • a fixação do salário mínimo em 600 €;
  • o direito à contratação coletiva e a revogação das normas gravosas da legislação laboral que põem em causa este direito;
  • por 25 dias de férias;
  • contra a desregulação dos horários de trabalho e pelas 35 horas para todos;
  • pela efetivação dos direitos individuais e coletivos no emprego e nos locais de trabalho;
  • pelo aumento das pensões de reforma e aposentação e pela revisão do regime;
  • pelo reforço e desenvolvimento dos serviços públicos:
  • pela garantia de universalidade das funções sociais do Estado.

(Ver reportagem de fotográfica de HB)


CGTP: Manifestação dia 18 de novembro

Marquês de Pombal às 15 horas

Em luta por:

  • emprego com direitos
  • contratação coletiva
  • qualidade dos serviços públicos
  • respeito pelos horários de trabalho
  • salários justos

O SPN disponibiliza transporte gratuito a todos os docentes, podendo as inscrições ser feitas através da Sede ou das Delegações do SPN.