MEMBRO   FENPROF | CGTP
  spn.pt  |  Revista  |  Superior  |  WebMail  |  Reuniões  |  Vencimentos  |  Protocolos  |  Contactos
  
SPN    Superior    Arquivo    FENPROF e SNESup reunem 2ª feira (31 de Julho) às 12 horas com o Ministro Mariano Gago.
Imprimir
Abrir como PDF

Partilhar:

|


MENU

FENPROF.pt/superior
 
SUPNOTÍCIAS

EDIÇÃO DE ABRIL 2013 | MENSAL
versão PDF | ler online

edições anteriores
março 2013 PDF online
fevereiro 2012 PDF online
dezembro 2012 PDF online
novembro 2012 PDF online
setembro 2012 PDF online
julho 2012 PDF
online
junho 2012 PDF online
maio 2012 PDF online
abril 2012 PDF online
março 2012 PDF online
fevereiro 2012 PDF online

 


FENPROF e SNESup reunem 2ª feira (31 de Julho) às 12 horas com o Ministro Mariano Gago.


 

Esta reunião surge na sequência da concentração frente ao MCTES em 8 de Junho e da conferência de imprensa de 18 de Julho, promovidas pelas duas estruturas sindicais, com o objectivo de fazer frente à gravíssima situação que vivem milhares de docentes do ensino superior em situação de precariedade, muitos dos quais, a não serem tomadas medidas pelo Ministério, não terão, já no próximo ano lectivo, nem emprego nem subsídio de desemprego.


No centro da reunião está, portanto, a indiscutível urgência na iniciativas do MCTES no sentido de procurar suster a vaga de despedimentos que se está a verificar no ensino superior público e os suas consequências para os docentes afectados. Recorda-se que ainda hoje os docentes do ensino superior público não têm (ao contrário da  generalidade dos cidadãos) direito a subsídio de desemprego, apesar de esta grave omissão legislativa ter sido considerada  inconstitucional pelo próprio Tribunal Constitucional e de o Ministro ter reconhecido publicamente tratar-se de uma "anomalia jurídica".


Para uma situação de crise, são necessárias medidas excepcionais.
É para isso que estamos a trabalhar


Apelamos aos colegas para que procurem manter-se informados e para que, por sua vez, nos informem do que se passa nas suas escolas em matéria de renovação de contratos.


A FENPROF  O SNESup