GREVE NACIONAL da Administração Pública

Partilha

Sindicato dos Professores do Norte / FENPROF

 

Greve Nacional da Administração Pública
FENPROF convoca greve para 14 de Novembro


O Secretariado Nacional da FENPROF, que se encontra reunido hoje em Lisboa, aprovou a convocação dos professores e educadores para a greve nacional da administração pública do próximo dia 14 de Novembro.
Com esta decisão, o Secretariado Nacional da FENPROF está certo de que sairá reforçada a luta, não apenas dos professores e educadores portugueses mas, de uma forma geral, de todos os trabalhadores da administração pública.
Os objectivos da FENPROF nesta greve enquadram-se nos mais gerais que levaram a Frente Comum, a FESAP e o STE a marcarem para 14 de Novembro uma Greve Nacional da Administração Pública. Assim, dando continuidade a uma luta que já levou milhares de trabalhadores para a rua, em 16 de Outubro, e que mobilizou um elevado número de docentes para a greve no passado dia 30 de Outubro, os professores e educadores portugueses farão greve em 14 de Novembro exigindo:
- o respeito pelo actual regime de aposentação na Administração Pública;
- a garantia da progressão nas carreiras;
- uma revisão salarial de 5,5% em 2003;
- a estabilidade de emprego e profissional dos docentes;
- a suspensão da aplicação da Lei dos Disponíveis da Administração Pública no sector da Educação;
- o recuo do governo no que respeita ao chamado código do trabalho que reduz e retira os principais direitos dos trabalhadores;
Estas são razões que, a manterem-se, justificarão que os professores e educadores continuem a lutar cada vez com mais firmeza e determinação, generalizando essa luta a toda a sociedade portuguesa.

O Secretariado Nacional