Fenprof entrega petição com mais de 17 mil assinaturas

19 de abril de 2022

No primeiro dia do 3.º período do ano letivo, a Fenprof entregou na Assembleia da República a petição “Reclamamos justiça, efetivação dos nossos direitos e respeito por horário de trabalho”, que reuniu 17.450 assinaturas. Com esta petição pretende-se colocar no topo da agenda política e parlamentar os problemas que afetam os educadores e professores.


18 de abril de 2022

Fenprof entrega Petição na AR (19/abr)

Com cerca de vinte mil assinaturas, no primeiro dia do 3.º período letivo (19/abr) será entregue na Assembleia da República, a Petição “Reclamamos justiça, efetivação dos nossos direitos e respeito por horário de trabalho”. O ato decorrerá às 11 horas. Oportunamente, será entregue uma cópia, sob forma de abaixo-assinado, no Ministério da Educação.

No texto, os seus subscritores, educadores e professores, reafirmam o seu zelo no cumprimento dos deveres profissionais, recordam o esforço que têm feito para não deixarem qualquer aluno para trás e confirmam o empenho colocado na sua atividade profissional, seja ela presencial ou a distância.

Aspetos fulcrais para a afirmação da Escola Pública

Os signatários consideram de toda a justiça a exigência de respeito pela sua profissão, reclamando as respetivas medidas necessárias, tais como:

  • recomposição da carreira, avaliação justa;
  • regime específico de aposentação;
  • eliminação da precariedade;
  • fim dos abusos e ilegalidades nos horários de trabalho;
  • fim do processo de municipalização em curso;
  • democratização da gestão nos agrupamento e escolas não agrupadas.

Com a entrega da Petição, a Fenprof pretende, no início da Legislatura, colocar na agenda parlamentar os problemas que afetam os educadores e professores e que são razão primeira da fuga da profissão por parte dos jovens.


14 de abril de 2022

Subscrever o Abaixo-assinado/Petição (online)

A Fenprof decidiu entregar na AR, dia 19 de abril, a Petição "Reclamamos justiça, efetivação de direitos e respeito pelo horário de trabalho"

O texto completo encontra-se disponível e caso concorde com o conteúdo, se ainda não o fez, pode proceder à sua subscrição.


1 de abril de 2022

Fenprof solicita audiência à AR para entrega de Petição

Fenprof solicitou audiência ao Presidente da Assembleia da República (AR) e reuniões à generalidade dos partidos. E espera, para breve, reunião com a nova equipa ministerial

No início de mais uma legislatura, a Fenprof pretende colocar as questões que afetam a profissão docente como prioridade da agenda do trabalho parlamentar. Como tal, irá entregar na AR a Petição "Reclamamos justiça, efetivação dos direitos e respeito por horário de trabalho", pelo que solicitou, hoje, uma audiência ao seu Presidente. Foi, igualmente, solicitada reunião à generalidade dos partidos com representação parlamentar, com o objetivo de expor os motivos que levaram à promoção desta petição, mas também outros problemas, preocupações e propostas da Federação para a área da Educação, e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. 

A Fenprof aguarda, agora, a marcação destas reuniões e espera que, muito em breve, seja marcada uma reunião com a nova equipa ministerial, com o objetivo de abrir um tempo de diálogo e negociação (bloqueados na anterior legislatura) e que haja disponibilidade para serem encontradas soluções para os muitos problemas que continuam a afetar os docentes, as escolas e, em geral, o sistema educativo.


6 de janeiro de 2022

Abaixo-assinado/Petição pela justiça e pelo respeito

A Fenprof decidiu prosseguir com a recolha de assinaturas dos educadores e professores para a Petição em que se reclama justiça, efetivação de direitos e respeito pelo horário de trabalho. A petição será entregue no primeiro dia de funções da legislatura que resultar das eleições legislativas de 2022.

O texto completo encontra-se neste link (também disponível para impressão). 

Caso concorde com o conteúdo, apela-se à sua subscrição.



2 de novembro de 2021

A Fenprof decidiu prosseguir com a recolha de assinaturas dos educadores e professores para a Petição em que se reclama justiça, efetivação de direitos e respeito pelo horário de trabalho. No entanto, essa petição já não será entregue na atual legislatura para não se perder com a dissolução da Assembleia da República, mas no primeiro dia de funções da legislatura que resultar das eleições que se irão realizar no início de 2022.


6 de outubro de 2021

A recuperação de todo o tempo de serviço, o fim das vagas aos 5.º e 7.º escalões, das quotas na avaliação e dos abusos e ilegalidades nos horários de trabalho são três das reivindicações consagradas no abaixo-assinado dirigido ao governo e que a Fenprof propõe para subscrição. A exigência de um regime específico de aposentação e a eliminação da precariedade, a par da completa discordância com o processo de municipalização e a necessidade da revisão da gestão das escolas são exigências igualmente contempladas neste abaixo-assinado que pretende ser, também, uma Petição que será entregue na Assembleia da República para discussão.

Anexos

Abaixo-Assinado / Petição (cartaz)

Partilha