Ser sindicalizado

Partilha

[© Ken Sprague | © Ken Sprague Fund] (editado)

Para efetuar o pedido de sindicalização descarregue os seguintes formulários em formato PDF:

Ensino não Superior:

Ensino Superior:


Para concluir o seu pedido de sindicalização é necessário assinar os documentos, garantindo dessa forma a validade dos dados e instruções indicadas. Para esse efeito tem as seguintes opções:

  1. Imprimir os formulários PDF preenchidos para que os possa assinar, digitalizar as cópias assinadas e enviá-las por correio eletrónico para o endereço e-mail servicos@spn.pt
  2. Enviar os formulários PDF preenchidos por correio eletrónico para o endereço e-mail servicos@spn.pt, sendo posteriormente enviado para a morada que indicou as versões impressas desses formulários, acompanhadas de um envelope RSF, para que os possa assinar e devolver aos serviços do SPN;
  3. Assinatura eletrónica qualificada através da Chave Móvel Digital 

Caso opte pela assinatura eletrónica qualificada através da Chave Móvel Digital, deverá assinar ambos os documentos assinalando  que deseja qua a assinatura esteja visível no documento e escolher a posição 18 para aplicar a assinatura;


Se escolheu o método de pagamento da quotização por Autorização de Débito Direto e não é o titular da conta, a assinatura a aplicar no SPN formulário quotização deverá ser a do titular da conta.

Se optou pela assinatura eletrónica qualificada, o titular da conta deverá aplicar a assinatura na posição 12.


NOTA: Tendo em conta que as instalações do SPN estão encerradas devido às restrições em vigor, a opção de pagamento da quotização em numerário não está de momento disponível.


Porquê ser sindicalizado?

Dois motivos:

i) pessoais e profissionais, relacionados com a segurança e a defesa dos direitos e interesses de cada um;

ii) identitários, relacionados com o sentimento de pertença a uma classe profissional, uma vez que o Sindicato é o espaço de eleição para a partilha, a solidariedade e a cooperação.

Outros motivos não houvesse e estes bastariam face ao atual paradigma social que aposta na desvalorização do trabalho enquanto pilar essencial da sociedade. Seguindo políticas economicistas, sucessivos governos atentam contra os direitos dos trabalhadores. Este é um modelo em que os trabalhadores não são pessoas – são números! E face às sistemáticas ofensivas, só a UNIÃO permite o combate a esta visão tecnocrata e promove a defesa dos direitos dos trabalhadores e a reivindicação de melhores condições sociais.

A profissão docente não foge a esta realidade. Aliás, a cartilha neoliberal parece ser particularmente acutilante no que respeita aos educadores, professores e investigadores. Os exemplos são muitos e variados – desvalorização do Estatuto de Carreira Docente (ECD), desestruturação do horário de trabalho, alteração das condições de aposentação, não contagem do tempo de serviço prestado pelos docentes, precariedade, entraves à progressão na carreira...

A resposta está na união e na luta. Só sendo parte de uma organização forte, reflexiva e voltada para a ação, é possível que o trabalhador desempenhe um papel ativo na defesa dos seus direitos, promovendo a melhoria das condições de exercício da profissão.

Esse é o papel dos Sindicatos. E aqui a Fenprof e os seus Sindicatos marcam claramente a diferença em relação a outras organizações.


E porquê no Sindicato dos Professores do Norte (SPN)?

PROTOCOLOS FORMAÇÃO CONTÍNUA | INFORMAÇÃO | APOIO JURÍDICO

 

Sempre o Sindicato dos Professores do Norte (SPN) preconizou um sindicalismo amplo e global. Um sindicalismo vigilante e atuante no que toca às questões socioprofissionais, e, igualmente propositivo e reivindicativo nas mais variadas vertentes educativas, sejam elas pedagógicas, sistémicas ou organizacionais, num registo de que tudo o que diz respeito à Educação, diz respeito aos professores e aos seus Sindicatos.

Desde a sua fundação que o SPN é um Sindicato de ação. Sério e rigoroso no campo negocial, nunca deixou de mostrar – sempre que necessário – a força e a justeza das suas posições, na rua, nos espaços institucionais ou seguindo a via jurídica.

E sempre o faz com a determinação e a certeza que se alimenta do seu eixo de ação prioritário – estar junto dos educadores, professores e investigadores.

Há 37 anos que o SPN pratica um sindicalismo de proximidade, incorporando nas suas reivindicações os problemas, expectativas, interesses e necessidades dos docentes, porque os conhece e acompanha de perto, através de constantes reuniões nas escolas e nos agrupamentos.

Este trabalho que elege a escola como o cerne da ação sindical não esgota – antes complementa – o recurso a outras modalidades de ação como a realização de conferências, debates, seminários, ações de formação, congressos…

São estes os alicerces que suportam a construção de um ideário educativo emancipador, solidário e responsável de que o SPN é portador.

Esta é a nossa marca distintiva. E continuará a ser, apesar das dificuldades criadas por sucessivos governos que, recorrendo a alterações legislativas, dificultam o trabalho sindical, seja através da criação de obstáculos no que toca à presença dos educadores e professores nas atividades sindicais, seja da redução do crédito de horas de que as organizações sindicais dispõem para desenvolver a sua atividade.  

Apesar de todas as contrariedades sempre soubemos resistimos. E crescemos. Por isso, além da sede central no Porto, temos hoje mais 14 sedes em outras tantas cidades espalhadas pela região Norte do país – uma outra forma de estar e acompanhar os educadores, professores e investigadores.

[© Ken Sprague | © Ken Sprague Fund] (editado)

Neste mundo de incertezas, uma certeza temos:

A nossa força aumenta proporcionalmente ao número daqueles que em nós confiam!

Quanto mais forte for o SPN, mais condições teremos para prosseguir na defesa dos direitos e dos interesses de uma classe que tem sofrido, principalmente em anos recentes, os mais vis e severos ataques à sua dignidade profissional.

Somos a maior organização sindical de professores do Norte

e fazemos parte da maior organização sindical de professores do país,

a Fenprofda qual muito nos orgulhamos de ser membro-fundador.


 

Anexos

SPN – formulário não superior SPN – formulário superior SPN – formulário quotização SPN formulários – Instruções