Primeiros resultados do estudo sobre o desgaste profissional

Partilha

6 de julho de 2018

Primeiros resultados do estudo sobre o desgaste profissional

Raquel Varela afirmou que a ideia do estudo do burnout saiu reforçada por existir um inquérito validado, porque se verificou que há uma semelhança na análise de cada uma das pessoas e a resposta subjetiva ao inquérito. Para a equipa de investigadores era fundamental explicar porque é que os professores sentem o que sentem em relação à sua profissão. Permitiu chegar a conclusões muito interessantes.

A classe docente é uma classe doente. Este não é um problema individual, mas sim de organização do trabalho. 

  • 75% dos professores apresentam desgaste profissional
  • 48% dos professores apresentam sinais preocupantes de desgaste profissional
  • 84% dos professores desejam aposentar-se antecipadamente
  • 27,3% dos professores apresentam sinais críticos ou extremos de desgaste emocional.
  • Há uma ligação direta entre o índice de burnout e a idade (aumenta significativamente a partir de 55 anos de idade).
  • A síndrome de burnout consiste na dissociação das expectativas com a realidade. Isto pode acontecer mais com os mais velhos, pois os mais novos não vivem esta dissociação. Nestes, a expectativa aproxima-se mais da realidade do que com aqueles que vivenciaram a escola democrática, a gestão democrática, tiveram mais autonomia e foram mais compensados, antes, com o seu trabalho.
  • Os professores apesentam um cansaço grande, mas apesar disso, e ao contrário do que mostrado estudos semelhantes noutros setores de atividade, um índice de despersonalização muito baixo.
  • Os professores avaliam, na quase a totalidade, a burocracia como responsável pelo mau estar docente.
  • O professor consegue não deixar de responder à sua função. Quando se está numa posição de relação com os outros, quem está numa posição hierárquica superior, tem mais responsabilidade não devendo poder submeter-se àqueles que “lidera”. Os professores sofrem desta contradição em relação aos seus alunos, o que é fator significativo de burnout. 

Ver reportagem fotográfica de HB

 

(Tudo sobre o Encontro no site da Fenprof)

18 de junho de 2018

ENCONTRO INTERNACIONAL SOBRE O DESGASTE NA PROFISSÃO DOCENTE

6 de julho   |   Fórum de Lisboa   |   9:30h

Os professores portugueses responderam a um dos mais importantes inquéritos nacionais e internacionais realizados sobre este sector profissional, relativo às perceções subjetivas da sua condição de trabalho e vida que ajudam a compreender as causas do desgaste que os afeta. Cansaço, stress, "burnout" são problemas que se abatem sobre os professores, com implicação no seu desempenho profissional e na sua vida.

Para conhecer melhor as causas, identificar consequências e procurar medidas, a Fenprof recolheu quase 19 000 inquéritos junto deste setor profissional, de forma voluntária e consentida. E um grupo interdisciplinar de investigadores, de várias universidades, coordenados por Raquel Varela no âmbito de uma parceria entre a Fenprof e a FCSH/UNL, elaborou um estudo científico, a partir de dados anónimos, que terá, desde logo, divulgação em Portugal e em publicações internacionais da área com arbitragem científica.

Este será um instrumento a utilizar pela Fenprof no plano reivindicativo para exigir medidas que eliminem os fatores de desgaste, contribuindo positivamente para o bem-estar dos docentes, as aprendizagens dos alunos e a vida das escolas.

Este Encontro internacional que se realizará no Fórum Lisboa (Av. de Roma), permitirá a meio milhar de educadores e professores conhecer, em primeira mão, os resultados do inquérito.

INSCRIÇÕES

Certificação

Ação de formação de curta duração certificada ao abrigo do DL n.º 22/2014 e do Despacho n.º 5741/2015

Inscrições até 2 de julho

Aceitação da inscrição de acordo com limites da sala e critérios:

1) Associado em sindicato da Fenprof

2) Data de entrada da inscrição

Inscrição: 

Associado em sindicato da Fenprof – gratuito

Não associado – 40,00€  

O pagamento de inscrição do professor não associado deve ser feito por transferência bancária com recurso ao NIB 0010 0000 4211 5060 00119, e o comprovativo do pagamento deve ser enviado para o sindicato para onde foi feita a inscrição (na inscrição online o pagamento deve ser prévio, para posteriormente ser anexado ao formulário de inscrição)

Confirmação da inscrição

Será feita via email, desde que o endereço conste na ficha de inscrição

Transporte

Caso se justifique, poderão ser organizados transportes, em cada distrito. O custo será de 10,00€

Justificação de falta

Realizando-se a iniciativa em período de interrupção letiva, os docentes estão autorizados a participar nos termos do n.º 3 do artigo 109.º do Estatuto da Carreira Docente, devendo informar a direção da escola/agrupamento dessa participação

POLITICA DE PRIVACIDADE:
Os dados pessoais que constam na ficha de inscrição serão utilizados unicamente no âmbito desta iniciativa, pelo que serão destruídos no prazo de 5 dias após a sua realização

 

Anexos

Encontro sobre o desgaste_flyer Encontro sobre o desgaste_cartaz