Associação José Afonso promove concerto de tributo a Rui Pato (16/nov)

Partilha

25 de outubro de 2019

Associação José Afonso promove concerto de tributo a Rui Pato (16/nov)

A Associação José Afonso vai realizar um concerto de tributo a Rui Pato, intérprete central da canção de Coimbra, Vice-Presidente da Mesa da Assembleia Geral da AJA e o primeiro grande acompanhante de José Afonso e, posteriormente, de Adriano Correia de Oliveira, no próximo dia 16 de novembro, no Fórum Lisboa.

Inserido nas comemorações dos 32 anos da Associação José Afonso, que celebra a obra e exemplo cívico de José Afonso pugnando pela sua divulgação intergeracional, este concerto pretende evocar a obra da gente da sua geração e vai contar com a participação de diversos cantores e músicos.

Rui Pato iniciou em 1962, com 16 anos, uma estreita colaboração musical com José Afonso. Acompanhou-o, pela primeira vez à viola na gravação do EP “Baladas de Coimbra” (1962). A partir daí várias colaborações se seguiram, com a viola de Rui Pato a ter um papel decisivo nos LPs,“Baladas e Canções” (1964), "Cantares do Andarilho" (1968) e "Contos Velhos, Rumos Novos" (1969). A continuação desse trabalho conjunto foi interrompida pelo regime de Salazar nas gravações de "Traz Outro Amigo Também". A polícia política do regime não autorizou Rui Pato a embarcar para Londres - onde ia ser gravado o disco - como represália pela sua participação na greve estudantil de 1969, em Coimbra. 

Para além de José Afonso, Rui Pato teve também um papel preponderante na obra de Adriano Correia de Oliveira. A sua viola acompanhou-o, entre outros, nos trabalhos “O Canto e as Armas” (1969), “Cantaremos” (1970), “Gente de Aqui e de Agora” (1971), “Fados e Baladas de Coimbra” (1973). 

O Concerto de Tributo a Rui Pato conta com o apoio da Fenprof e do SPGL e decorrerá pelas 17h do dia 16 de novembro, no Fórum Lisboa.