Conselho de Ministros aprova decreto-lei que elimina 6A 6M 14D

Partilha

4 de outubro de 2018

Governo faz declaração de guerra aos professores

Apelo

Que amanhã (5 de outubro) os professores dêem a resposta necessária na manifestação nacional 

Tendo o governo aprovado em conselho de ministros o decreto-lei que rouba 6,5 anos de serviço aos professores, no qual prevê, apenas, considerar 2 anos, 9 meses e 18 dias, dos 9 anos, 4 meses e dois dias congelados durante a intervenção da troika, … o secretário-geral da Fenprof fez uma declaração aos órgãos de comunicação social, convocados com carácter de urgência.

Em véspera de uma grande Manifestação Nacional dos Professores e Educadores, esta decisão do governo é de uma enorme inoportunidade, falta de respeito e revela um completo desprezo pela vida professional de todos os docentes portugueses.

Ganha ainda mais sentido a necessária reação dos professores na grande manifestação nacional do Dia Mundial dos Professores.

Quem luta nem sempre ganha, mas quem não luta perde sempre!

Não desistimos, não desistiremos.

Custe o que custar, demore o que demorar, o tempo é para contar.

Vamos à luta!