Ensino Superior e Investigação: FENPROF fez balanço da governação e discutiu formas de organização e ação

Partilha

3 de abril de 2017

No sábado, 1 de abril, a FENPROF organizou um encontro de quadros sindicais e ativistas, na sua sede em Lisboa, durante todo o dia, para analisar a atual situação político-sindical, a intervenção do governo, os problemas que afetam o setor e definir formas de organização e ação em sua defesa.
 

Na iniciativa, com cerca de 50 participantes, nos dois blocos do dia de debate, foram muitas as intervenções e as propostas. De entre os temas tratados, relevem-se as questões relacionadas com o RJIES e a transmutação de instituições de ensino superior em fundações de direito privado, com consequências muito negativas no serviço público de ensino superior e a nível profissional de docentes e investigadores, o combate à precariedade de emprego e a defesa do vínculo de natureza jurídica pública, a necessidade urgente de descongelamento das revalorizações materiais, o financiamento do ensino superior e a necessidade de renovação dos corpos docentes cuja idade média é muito elevada.

A FENPROF, ao promover esta reunião, pretendeu conhecer os problemas sentidos nas várias regiões, cruzando ideias quanto à estratégia para a sua resolução, e debater perspetivas de intervenção e formas de organização que reforcem a FENPROF e a ação de docentes e investigadores.

O Departamento de Informação e Comunicação