FENPROF leva Pré-Escolar à Presidência da Assembleia da República

Partilha

25 de maio de 2010

O Presidente da Assembleia da República, Dr. Jaime Gama, recebe a FENPROF esta terça-feira, dia 25, pelas 15 horas. A Educação Pré-Escolar e o seu papel, de crescente importância no sistema educativo português, será o motivo desta audiência. Nela, a FENPROF entregará uma Petição que visa ajustar o calendário escolar deste sector de Educação ao do Ensino Básico, reforçando-se, dessa forma, a matriz educativa da Educação Pré-Escolar.

 

 Cada vez mais considerada como uma importante componente do sistema educativo, agora de carácter universal, há laivos que persistem de um tempo em que o Jardim de Infância era encarado, não como um espaço de Educação, mas uma resposta social às necessidades das famílias, destinado à guarda de crianças.

 

Estudos diversos vieram provar que uma Educação Pré-Escolar de qualidade é essencial para um percurso escolar de sucesso, razão por que a FENPROF defende a obrigatoriedade de frequência no ano que antecede a entrada no 1.º Ciclo, considerando que o carácter de "universalização", recentemente aprovado pela Assembleia da República, constitui um passo importante nesse sentido.

 

Apesar da sua integração nos agrupamentos de escolas, os educadores de infância continuam a não ter um período específico para, como os seus colegas do Ensino Básico, desenvolverem tarefas de avaliação, sendo igualmente difícil a sua participação em reuniões que se realizam no final de cada período, pois nesse momento são obrigados a manter actividades lectivas nos Jardins de Infância.

 

Tudo isto acontece num período em que, ainda por cima, são escassas as crianças que frequentam a Educação Pré-Escolar, devendo essas ficar sob a alçada da componente de apoio às famílias já existente.

 

Nesta reunião com o Senhor Presidente da Assembleia da República, a FENPROF entregará uma Petição recolhida junto dos educadores de infância onde, precisamente, se requer que o calendário escolar da Educação Pré-Escolar seja igual ao do Ensino Básico, pelas razões de organização pedagógica já antes referidas.

 

O Secretariado Nacional da FENPROF
24/05/2010