O ministro do "rigor" é, afinal, desconhecedor da realidade das formações no ensino superior, denegrindo a qualidade das Escolas Superiores de Educação

Partilha

No passado dia 18 de dezembro, o Ministro Nuno Crato, fazendo alarde da sua profunda ignorância sobre como funciona o sistema de Ensino Superior que tutela, ignora e apouca o papel da Agência de Acreditação e Avaliação do Ensino Superior cuja missão é garantir a qualidade do ensino superior em Portugal, através da avaliação e acreditação das instituições de ensino superior e dos seus ciclos de estudos, no quadro do sistema europeu de garantia da qualidade do ensino superior.

Na sua obsessiva sanha de desmantelamento da escola pública, o Ministro Nuno Crato não olha a meios. Não se importa de publicamente aparecer a injuriar as Escolas Superiores de Educação e os que nelas trabalham e dão o seu melhor para formar os professores e os educadores que o Ministro tem tão maltratado.

A FENPROF compreende e apoia o CCISP pela sua corajosa tomada de posição em desagravo das instituições que representa e considera ridículas as explicações que o Ministro agora vem dar, procurando desmentir o indesmentível, pois tudo está gravado para que quem o deseje o possa comprovar.

Este Ministro já provou à exaustão não ter condições para governar assuntos tão sérios quanto o são a Educação e a Ciência, que exigem, antes de mais, rigor e respeito pela comunidade académica, qualidades que, visivelmente, Nuno Crato não possui, pelo que deveria abandonar imediatamente o cargo.

O Secretariado Nacional da FENPROF
23/12/2013