IPSS — Greve e concentração em Lisboa (15/out)

Partilha

16 de outubro de 2020

Por aumentos salariais e valorização das carreiras profissionais

Os trabalhadores docentes da União das Misericórdias Portuguesas e das Santas Casas associadas concentraram-se no dia 15 de outubro, junto à sede da União das Misericórdias Portuguesas "Por aumentos salariais e valorização das carreiras profissionais".

Intervenção de Graça Sousa, Coordenadora Nacional do Ensino Particular e Cooperativo, Graça Sousa.


9 de outubro de 2020

Pré-aviso de greve dos docentes das IPSS (15/out)

A Fenprof - Federação Nacional dos Professores, vem, ao abrigo do artigo 57.º da Constituição da República Portuguesa e, nos termos dos artigos 531.º e 534.º e seguintes do Código de Trabalho, comunicar que os trabalhadores docentes das UMP e das Santas Casas da Misericórdia vão levar a efeito uma greve das 00:00h às 24:00h, no dia 15 de outubro de 2020. 

Este pré-aviso abrange todos os educadores de infância, professores do ensino básico e do ensino secundário com vínculo de direito privado, que exercem funções na União das Misericórdias Portuguesas e das Santas Casas Associadas, exceto Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. 

É objetivo da Greve o desbloqueamento negocial no sentido de garantir: 

  • O aumento dos salários dos trabalhadores docentes;
  • Valorização da carreira profissional dos educadores de infância e dos professores.

Para os efeitos legais, caso os membros dos órgãos de gestão e direção, docentes, no uso dos seus direitos, adiram a esta greve, ficará responsabilizado pela segurança do edifício e de todas as pessoas que nele permaneçam o docente do quadro mais antigo da instituição que não se encontre em greve.

 

Lisboa, 7 de outubro de 2020      
O Secretariado Nacional da Fenprof

Anexos

IPSS - greve e concentração, 15-out (cartaz) IPSS - Pré-aviso de greve (15-out)