Solidariedade com os trabalhadores da PIETEC

Partilha

27 de novembro de 2018

Solidariedade com os trabalhadores da PIETEC

A delegação de São João da Madeira do SPN levou a sua solidariedade aos trabalhadores da PIETEC — Cortiças S.A., que no dia 27 de novembro se concentraram junto à delegação da ACT em S. João da Madeira.

A empresa foi adquirida pelo grupo francês DIAM. Os trabalhadores vivem momentos tensos de chantagem: ou aceitam o regime de laboração contínua ou enfrentam o risco de despedimento coletivo. 41 trabalhadores já foram despedidos e vários estiveram presentes na concentração.

O parecer da Comissão Sindical (obrigatório) foi negativo e denunciador de várias ilegalidades relativas ao incumprimento da Convenção Coletiva e dos contratos individuais de trabalho. Apesar das denúncias o Governo decidiu corroborar os argumentos da empresa e aceitou-a como Projeto de Interesse Nacional. O Ministro do Trabalho recebeu duas delegações sindicais e prometeu uma resposta que, até hoje, ainda não foi prestada.

Na concentração, os trabalhadores afirmaram, veemente, a continuação da luta contra a laboração contínua; a luta pelo direito à família; a luta pelas Convenções Coletivas; a luta contra o abuso da classificação PIN, quando usada para encobrir a utilização do trabalho como mercadoria ou como aliciação de empresas multinacionais que buscam trabalho barato no mercado global.

(Saber mais)