SPN reafirma que agressões a professores não são toleráveis!

Partilha

08 de abril de 2019

A propósito da agressão a um docente da Escola EB 2/3 Francisco Torrinha por um aluno de 12 anos

SPN reafirma que agressões a professores não são toleráveis!

Tendo tomado conhecimento, pela comunicação social, da agressão ocorrida na Escola EB 2/3 Francisco Torrinha, a Direção do SPN expressou ao professor agredido inteira solidariedade e apoio, reafirmando que a indisciplina e a violência nas escolas são problemas que não podem ser ignorados e que têm de ser efetivamente combatidos.

Na sequência de posições anteriores, a Direção do SPN reafirma que nada justifica ou desculpabiliza a agressão a um professor. Trata-se de um crime público, perpetrado num espaço onde devem prevalecer relações de respeito mútuo e de civilidade. É para promover esse clima de sã convivência, favorecedor do ensino e da aprendizagem, que os professores trabalham quotidianamente. Não é suposto, nem admissível, que estejam sujeitos a agressões no exercício da sua profissão, atos condenáveis a todos os níveis, designadamente pelo que representam de desvalorização e perda de autoridade dos professores perante a sociedade.

O SPN reitera, por isso, a necessidade de medidas políticas de combate efetivo a este fenómeno, garantindo a imprescindível segurança no espaço escolar e o devido respeito a quem lá estuda e trabalha.