Abaixo-Assinado pela Abolição dos Créditos

Partilha

FENPROF

FEDERAÇÃO NACIONAL DOS PROFESSORES

Revogar os "créditos", valorizar a carreira,
dignificar a formação

Os educadores e professores portugueses sempre valorizaram a formação contínua, tendo a sua exigência feito parte dos seus cadernos reivindicativos como um direito que pretendiam ver consagrado.

O Ministério da Educação estabeleceu em 1992 o regime jurídico da formação contínua de professores. Apesar de alguns aspectos importantes no regime jurídico, foi estabelecida uma relação com a carreira docente, através de um sistema de "unidades de crédito" desde sempre contestado, que introduziu mecanismos estranhos na progressão subvertendo os objectivos da formação contínua e transformando­a inúmeras vezes em factor de instabilidade para os professores.

Exigindo o cumprimento de um compromisso assumido pelo Governo no início da legislatura, os educadores e professores abaixo­assinados exigem a revogação do regime de "unidades de crédito", em nome da valorização da carreira docente e da adequação da formação contínua às necessidades dos professores e das escolas.

Nome Escola