Comunidade científica critica duramente a FCT

Partilha

A FENPROF e os bolseiros e investigadores em geral têm vindo a criticar duramente a política da FCT de forte redução do apoio à formação avançada e ao emprego científico. A FCT, com esta sua política, que é também a política do actual governo, promove fortemente o desemprego de investigadores e o seu afastamento para o estrangeiro, com graves prejuízos para o desenvolvimento da Ciência e para o seu importante papel na recuperação dos atrasos do desenvolvimento do País.

A este propósito, tomámos recentemente conhecimento de dois documentos que vêm ao encontro destas posições muito críticas:

Uma Carta Aberta sobre a Ciência, assinada pela Comissão Executiva do Conselho dos Laboratórios Associados (CLA) que apresenta uma análise crítica sobre a recente atribuição de bolsas de doutoramento e de pós-doutoramento pela FCT e inclui dados que evidenciam a redução do número de bolsas e de contratos para investigadores atribuídos nos últimos anos.

Uma carta dirigida ao Presidente da FCT, pelos membros do júri do Painel de Sociologia, muito crítica relativamente ao processo de avaliação e à publicação dos resultados da atribuição de bolsas.

O Departamento do Ensino Superior e Investigação da FENPROF

23/01/2014