Fenprof e Sabseg entregam Prémio Literário a Luísa Costa Gomes

Partilha

14 de dezembro de 2019

Fenprof e Sabseg entregam Prémio Literário a Luísa Costa Gomes pelo romance «Florinhas de Soror Nada»

A Fenprof e a Sabseg levam a efeito, anualmente, um prémio literário, que alterna entre Prémio Literário Urbano Tavares Rodrigues, para romance, e Prémio Literário António Gedeão, para poesia. Este prémio tem como finalidade distinguir obras literárias, de poesia (António Gedeão) e ficção narrativa (Urbano Tavares Rodrigues), da autoria de professores no ativo ou aposentados, de qualquer grau de educação e de ensino, público ou privado, e também de docentes deslocados em outros serviços ou funções.

O Júri da edição de 2019 (quinta edição do prémio Urbano Tavares Rodrigues – ficção), composto por Paulo Sucena (Presidente), José Manuel Mendes e Paula Mendes Coelho, reuniu no dia 3 de outubro e decidiu, por unanimidade, distinguir o livro «Florinhas de Soror Nada» (D. Quixote 2018), da autoria de Luísa Costa Gomes, com o Prémio de Novela e Romance Urbano Tavares Rodrigues 2019.

A cerimónia de entrega do prémio pelas entidades promotoras realizou-se no dia 14 de dezembro.  

O Prémio Literário Urbano Tavares Rodrigues, instituído pela Federação Nacional dos Professores – Fenprof, e patrocinado pela Sabseg– Corretor de Seguros, destina-se a galardoar uma obra de novela e romance em português e de autor português, publicada integralmente e em 1.ª edição no ano de 2018. Em 2017, o Prémio Urbano Tavares Rodrigues tinha sido ganho por Isabela Figueiredo, com o romance A Gorda, em 2015, por Lídia Jorge, com Os Memoráveis, e, em 2013, por Ana Cristina Silva, com O Rei do Monte Brasil.

O valor deste prémio, a cujo concurso não são admitidas obras póstumas, é de € 7.500.00 (sete mil e quinhentos euros).

 A FENPROF                    A SABSEG



 


5 de outubro de 2019

Luísa Costa Gomes vence Prémio Literário Urbano Tavares Rodrigues

Luísa Costa Gomes, com o romance Florinhas de Soror Nada (D. Quixote 2018), venceu o Prémio de Novela e Romance Urbano Tavares Rodrigues 2019, instituído pela Fenprof com o apoio da SABSEG.

O júri, constituído por Paulo Sucena, José Manuel Mendes e Paula Mendes Coelho, deliberou, por unanimidade, distinguir o romance Florinhas de Soror Nada, de Luísa Costa Gomes, “relevando o extremo rigor da sua construção e da linguagem, cujo poder de inventiva e contágio, a par de personagens intensas e do entrecho, desmontam os lugares comuns concernentes às relações entre a fé e o conhecimento, ao feminismo estereotipado e à vacuidade manipuladora do chamado politicamente correcto”.

A Fenprof assinala com satisfação que Luísa Costa Gomes, com este seu belíssimo romance, se vem juntar a nomes cimeiros da literatura portuguesa contemporânea na área da ficção, cujo prémio alterna com o Prémio de Poesia António Gedeão.

    


Os vencedores das edições anteriores:

Prémio de Novela e Romance Urbano Tavares Rodrigues

2019 – Luísa Costa Gomes, Florinhas de Soror Nada 

2017 – Isabela Figueiredo, A Gorda 

2015 – Lídia Jorge, Os Memoráveis

2013 – Ana Cristina Silva, O Rei do Monte Brasil

 

Prémio de Poesia António Gedeão

2018 – Daniel Jonas, Oblívio

2016 – Nuno Júdice, A Convergência dos Ventos

2014 – Manuel Gusmão, Pequeno Tratado das Figuras

2012 – Ana Luísa Amaral, Vozes