Não merecemos tanta incompetência

Partilha

Sindicato dos Professores do Norte / FENPROF

Não merecemos tanta incompetência

Concursos 2004: O Balanço

CONCURSOS DE DOCENTES
SOB A MARCA DA CONFUSÃO E DA INCOMPETÊNCIA

O processo de candidatura de docentes para o ano lectivo 04/05 que hoje termina fica indubitavelmente marcado pela confusão e pela incompetência revelada pelo Ministério da Educação.

Embora a legislação que regula os concursos não tivesse merecido a concordância da FENPROF pelas razões já explicitadas em diversos momentos, foi preocupação dos seus Sindicatos desenvolver um conjunto de dispositivos de apoio que permitissem ajudar os candidatos a enfrentar o novo quadro jurídico e processual.

Infelizmente, a FENPROF pode hoje afirmar que os concursos foram uma imensa confusão, só justificada pela incompetência da actual equipa ministerial.

Em síntese, poderemos referir os seguintes aspectos:

- a informação necessária a todo o processo surgiu sempre demasiado tarde, por vezes, já após o início do prazo de candidatura. Recorda-se, por exemplo, que o mecanismo electrónico só ficou disponível na noite anterior ao concurso e que diversos códigos necessários aos concursos nunca chegaram a aparecer;

- algumas regras foram mudadas ?a meio do jogo?: a prioridade em que os recém-estagiários concorriam era a primeira do concurso externo (até segundo indicação expressa em documentos do ME!). Alguns dias depois do concurso começar, contrariando a própria legislação, o ME veio ?esclarecer? que, afinal, estes candidatos teriam que concorrer na 2ª prioridade;

- a informação dada às escolas foi insuficiente e tardia: a DGAE fez reuniões com os Conselhos Executivos apenas quando o processo já havia começado e de forma muito pouco esclarecedora;

- os canais informativos disponibilizados pela DGAE foram uma ?anedota?: para mais de 100 mil candidatos, disponibilizar quatro linhas telefónicas e um endereço de correio electrónico é algo próximo do hilariante; tentar contactar a DGAE para o que quer que fosse revelou-se uma tarefa digna de Hércules.

- o mecanismo electrónico disponibilizado veio a revelar-se desadequado e ineficaz ? prova disso é a adesão quase total dos docentes à candidatura em papel. Mas entre os que fizeram a opção electrónica (e a conseguiram levar a cabo até final, algo também nada fácil...) são vários os erros encontrados, tendo a FENPROF já disso dado conta ao ME e à Provedoria de Justiça.

É evidente para a FENPROF que esta equipa ministerial, em particular a sua componente administrativa ? da responsabilidade do senhor Secretário de Estado da Administração Educativa ?, tem vindo a acumular erros em cima de erros (recordemos o que foram os concursos em Setembro...) e, por isso, reafirma a sua convicção de que a Educação e os professores não merecem uma equipa tão incompetente!


O Secretariado Nacional

E a tua opinião sobre os concursos? Qual é?

 

A incompetência revelada pelo MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO em todo este processo provocou em todos os candidatos uma tremenda confusão e uma grande angústia.
Naturalmente, o SPN, com a forma aberta que o caracteriza, acabou por ser o "refúgio" das dúvidas de milhares e milhares de colegas.
Alguma coisa tinha que ficar para trás - desta vez foram as respostas às mensagens de correio electrónico.
Aos milhares de colegas, em particular aos nossos sócios, que nos enviaram mensagens electrónicas e que ainda esperam a resposta, as nossas mais sinceras desculpas.
Estamos certos de que tudo fizemos para apoiar todos os professores, apesar de esta não ser a nossa legislação - infelizmente, e mais uma vez, tivemos razão antes do tempo!

A ti em particular, uma questão:
- o que achas do trabalho que o SPN fez em torno dos concursos?
Envia-nos a tua opinião
?
Achas que já é hora de te juntares ao maior sindicato do Norte e à maior FEDERAÇÃO de PROFESSORES Portugueses?

Depois da febre dos concursos talvez queira organizar os seus documentos - aqui ficam os links do que poderá interessar guardar sobre os concursos:

- Aviso de Abertura*do concurso 2004/05: leia atentamente este documento!
(versão Diário da República do aviso de abertura)

- Análise das vagas a concurso

- Códigos das Habilitações: Habilitações Profissionais / Habilitações Próprias / Complementos

- Formulário de Candidatura*

- Instruções de preenchimento* (documento do ME)

- Códigos das Escolas

- Códigos dos Quadros de Zona Pedagógica

- Guião do Ministério da Educação
com perguntas /respostas sobre os concursos ( Ficheiro ZIP com 566Kb. Para abrir necessita do Winzip. Depois de aberto terá que ficheiro PDF com 1,121 MB. Necessita do Adobe Acrobat Reader)

- Guião do concurso electrónico *

- Dec. Lei 35/2003;

- Concursos 2004- novidades. *

- Esquema síntese dos novos concursos. *