Professores em greve hostilizam Primeira Dama e Ministro da Educação

Partilha

Sindicato dos Professores do Norte / FENPROF

Professores em greve hostilizam primeira-dama e ministro da Educação
Universidade de Brasília

Professores e alunos da Universidade de Brasília,  em greve, interromperam a abertura do Congresso Brasileiro de Qualidade em  Educação - Formação de Professores, presidido pela primeira-dama, Ruth  Cardoso, e pelo ministro da Educação, Paulo Renato, nesta segunda-feira, dia quinze.

Os professores estão em greve há 50 dias e hostilizaram o ministro da  educação que se recusa a satisfazer as suas reivindicações: 75% de reajuste dos  salários, congelados desde 1994.

O ministro considera a greve de carácter político devido à proximidade das  eleições presidenciais de Outubro do ano que vem.

Além dos professores das universidades federais, estão parados os  professores primários e os das escolas técnicas.

 

José Paulo Serralheiro

A Página on-line, 16.10.01

c/ AFP