Na luta com todos, pelo futuro da escola pública e da profissão de professor

Partilha

O ataque à Escola Pública não deixa ninguém de fora. Nesse ataque e no que respeita à Educação, os docentes e investigadores são dos primeiros visados, vítimas de medidas cujas consequências se refletem violentamente no emprego, no salário, na estabilidade e nas condições de trabalho.

As propostas do governo, que este pretende aplicar ainda em 2013, também para o Ensino Superior, preveem:

- Aplicação da mobilidade especial que, ao longo de um ano, provocará a redução progressiva do salário e, passado esse período, dará origem a despedimento.

Despedimentos coletivos que decorrerão da “fusão de organismos”.

Cessação de contrato de trabalho (despedimento) por extinção do posto de trabalho.

Aumento do horário de trabalho para as 40 horas, com as implicações que isso terá nas condições de trabalho, na qualidade do ensino e no emprego;

- [Já anunciada a intenção] Redução salarial com vista a uma alegada uniformização dos salários do setor público com os do privado, tendo em conta o estudo divulgado recentemente pela empresa Mercer.

As medidas que o governo pretende aplicar na Educação são comuns a todos os investigadores e docentes, independentemente do setor de Educação ou Ensino em que exercem a sua atividade. No Ensino Superior, após as medidas anunciadas pelo respetivo secretário de estado, ninguém duvida do impacto que estas medidas, a serem aprovadas, terão para os profissionais do setor.

Porque é necessário estarmos juntos numa luta que é de todos/as, a FENPROF apela a todos os Professores e Investigadores para que, unidos, saibamos assumir as nossas responsabilidades neste momento tão importante quanto difícil. São estas as razões que nos levarão à rua em 15 de junho e à Greve em 17 de junho.

 

ESTA É A LUTA DOS PROFESSORES/AS TODOS/AS. ESTA É A NOSSA LUTA. ESTA É A TUA LUTA!

DÁ FORÇA AO PROTESTO; DÁ FORÇA À EXIGÊNCIA; ASSUMAMOS TODOS/AS A NOSSA RESPONSABILIDADE NA ESCOLA E NA SOCIEDADE!

 

 

15 DE JUNHO – MANIFESTAÇÃO NACIONAL DOS EDUCADORES, PROFESSORES E INVESTIGADORES

 

17 DE JUNHO – GREVE GERAL DOS DOCENTES E INVESTIGADORES

 

 

EM LUTA PELO FUTURO TAMBÉM NO ENSINO SUPERIOR