O Ensino Superior é imprescindível ao país e não pode ter mais cortes!

Partilha

"O Ensino Superior é imprescindível ao país e não pode ter mais cortes!"

Esta foi a mensagem destacada da conferência de imprensa que a FENPROF realizou esta quarta-feira, de manhã, em Lisboa. Presentes na Mesa: Mário Nogueira, Secretário Geral da FENPROF; Rui Salgado, Coordenador do Departamento do Ensino Superior e Investigação, da FENPROF; e João Cunha Serra, Presidente do Conselho Nacional da Federação.

Entre 19 e 26 de novembro, a FENPROF vai promover uma ação em defesa deste setor de ensino, "a decorrer em todas as instituições do Superior". E apela a uma forte participação dos docentes e investigadores na Greve Geral da Administração Pública de 8 de novembro e a uma presença significativa nas iniciativas que, nas regiões, terão lugar em 26 de novembro, data prevista para a aprovação final global do Orçamento do Estado para 2014, Dia de Indignação e Protesto, promovido pela  CGTP-IN.

A FENPROF solicitou, ainda, uma reunião à Comissão de Educação, Ciência e Cultura da Assembleia da República para apresentar as suas preocupações face à atual proposta de OE para 2014.

Ver documento divulgado aos profissionais da comunicação social